quarta-feira, 26 de novembro de 2014

EXPEDIENTE NA SEDE - AVISO

Comunicamos que amanhã, dia 27, por motivo da realização de obras na sede não haverá 

expediente.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Negociação define reajuste inflacionário e encaminha demandas de usuários da Unimed

 Após um longo período de negociação, representantes da Unimed e a coordenação de administração e finanças do Sinasefe-IFSul definiram um reajuste de 7.95% para os planos de saúde: CR+H+O; BR ambulatorial (consultas e exames) e Plano Regulamentado das 7 faixas etárias (anterior a 2013).
O valor está dentro dos limites estabelecidos pela Agência Nacional de Saúde. O reajuste passa a vigorar desde o mês de setembro de 2014, os valores retroativos – de setembro e outubro - serão descontadas em duas parcelas, em dezembro de 2014 e janeiro de 2015.
Além do reajuste, a negociação pautou também as demandas dos sindicalizados que utilizam a Unimed, como a redução do tempo de espera para atendimento; aumento de oferta das consultas para médicos especialistas e a construção de um plano estadual, que atenda aos sindicalizados das outras bases do Sinasefe-IFSul, com um custo menor que o do plano nacional.
Os representantes do Sindicato solicitaram, ainda, a reabertura do prazo de migração para o plano regulamentado, sem período de carência e sem alteração financeira. Atualmente quase mil usuários do plano de saúde não fizeram a migração e encontram dificuldades em fazer, visto as condições impostas pela operadora.
Como base para a negociação, o Sindicato defendeu a importância dos sindicalizados do Sinasefe-IFSul para o quadro da Unimed, atualmente são mais de cinco mil usuários do plano de saúde, número que está em constante evolução, visto a expansão do Instituto e, consequentemente, da base do sindicato.
A negociação do reajuste das mensalidades foi condicionada pela continuidade da negociação dos pontos apresentados pelo Sindicato. Os representantes da Unimed concordaram em manter o diálogo e encaminharam as demandas para que sejam avaliadas pela diretoria da cooperativa.

--
Taiane Volcan

Câmpus Pelotas terá mais tempo para discutir o Regimento Geral e o Regimento Interno

A solicitação da diretoria do SINASEFE-IFSul, de estender o prazo para discussão do Regimento Geral do IFSul e do Regimento Interno do Câmpus Pelotas, foi aprovada durante a última plenária do CONSUP.

 Com isso, se terá mais tempo para discutir e encaminhar estes dois documento, que abarcam temas extremamente relevantes para a comunidade.

A Seção Sindical IFSul está representada no CONSUP por seus diretores Marco Antonio Luz da Silva (titular) e Marinês Aldeia dos Santos (suplente).  


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Aprovada PEC que acelera pagamento de precatório para idosos

A Comissão Especial da Câmara aprovou, no dia 11/11, a proposta de emenda à constituição que retira da fila de precatórios idosos com idade superior a 60 anos, pessoas com doenças graves  e portadores de deficiência. 

A PEC 176/12 determina que o poder público fica obrigado a pagar seus débitos com essas pessoas no primeiro dia subsequente ao trânsito em julgado da sentença condenatória. Está previsto no projeto o pagamento de débitos de qualquer natureza, inclusive alimentícios.
Atualmente, a União, os estados e os municípios têm uma fila de mais de R$ 100 bilhões para pagar em precatórios. Mesmo após a determinação da Justiça para o pagamento, a legislação deixa brechas para que os beneficiados levem anos para receber.A PEC será agora encaminhada para votação em dois turnos no Plenário na Câmara dos Deputados. Se aprovada, seguirá para votação no Senado.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

RECESSO DO ATENDIMENTO JURIDICO

O Sinasefe-IFSul informa que no período de 22/12/2014 a 18/01/2015 não será realizado o atendimento jurídico, na sede ou no escritório , por motivo de recesso do escritório que presta o serviço ao Sindicato.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Adiamento: Encontro Estadual de Formação Sindical

A diretoria do Sinasefe-IFSul informa, a todos interessados, que o Encontro Estadual de Formação Sindical, que seria realizado entre os dias 21 e 22 de novembro, foi transferido para março de 2015. A mudança se deu em função de problemas com a agenda de alguns palestrantes, o que prejudicaria a realização da atividade.
O Seminário tem como objetivo aprofundar a discussão sobre as principais pautas da categoria, como Funpresp, Carreira, RSC, entre outras. Em breve divulgaremos mais informações e a programação completa do evento. 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Negociação com o governo: mais uma reunião desagendada!

Mais uma vez, assim como nas inúmeras e sucessivas remarcações que já acontecem desde agosto e setembro, o governo não recebeu o Sindicato, na quarta-feira (5), para tratar das questões pertinentes à carreira dos docentes do magistério do ensino básico, técnico e tecnológico (EBTT), ponto que deveria estar em pauta.
A reunião, que deveria acontecer no dia 30 de outubro e passou para o dia 5 de novembro, foi mais uma vez suspensa. O Sindicato aguardo, dos representantes do Ministério da Educação (MEC), uma nova agenda para que ela ocorra.

E como diria Lenin, que fazer?
Aguardaremos a remarcação, por mais difícil que esteja se tornando dar crédito ao governo, para que não sejamos acusados de impacientes e/ou intransigentes: e a postura de não transigir e não abrir negociação efetiva não tem vindo de lado dos trabalhadores!
E caso até a próxima PLENA (ainda a ser convocada) a situação permaneça estacionada, a base deverá debater quais os rumos da luta que nosso Sindicato deve adotar, levando inclusive em consideração os encaminhamentos que serão aprovados no Seminário Nacional dos Servidores Federais.
Se o compromisso do governo em negociar nossa pauta de greve é mesmo tão pequeno, nossa mobilização precisa ser intensa nas bases. Vamos à luta!

Encontro Jurídico

VII Encontro do Coletivo Jurídico do SINASEFE

O Sinasefe Nacional realiza nos dias 21 e 22 de novembro, em Brasília, o VII Encontro do Coletivo Jurídico do Sindicato. Com o tema central "Assédio Moral nas IFES: Como combater?" o encontro tratará ainda temas como a Judicialização da greve, Funpresp e entendimento do judiciário sobre as principais pautas da categoria.
A Direção Nacional do SINASEFE, em especial a coordenação jurídica e de relações de trabalho, é a responsável pelo evento. As inscrições devem ser feitas junto ao SINASEFE NACIONAL, até o dia 19 de novembro.

Programação completa
Primeiro dia - 21 de novembro (sexta)
9 às 9h30min: Abertura dos trabalhos e manifestações da Diretoria e da Assessoria Jurídica Nacional (AJN) do SINASEFE

9h30min às 10 horas: Apresentação dos participantes e aprovação da pauta

10 às 12h30min: Desdobramento das questões analisadas no VI Encontro do Coletivo Jurídico e relatos do trabalho da AJN no período

12h30min às 14 horas: Intervalo para almoço

14 às 16 horas: Progressões e promoções; e Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC)

16 às 17 horas: Representação sindical e invasão de base; e adicional de periculosidade para vigilantes das IFE

17 horas: Coffee break

Segundo dia - 22 de novembro (sábado)
9 às 12h30min: Súmula Vinculante nº 33 do STF e medidas a serem adotadas

Aposentadoria: paridade para as pensões derivadas de proventos de aposentadoria concedida antes da EC nº 41/2003

Regime do trabalho docente

Adicional de penosidade

12h30min às 14 horas: Intervalo para almoço

14 às 17h30min: Judicialização da greve e entendimento do judiciário
Indenização pela falta de revisão geral da remuneração - Protestos antipreclusivos
Incentivo à qualificação
Direito às férias nos afastamentos
Dispensa do controle de frequência para docentes do EBTT
Contagem do tempo trabalhado em contrato temporário para fins de remoção
Opção pela carreira do EBTT
Inclusão na Funpresp de servidores com ingresso anterior no Serviço Público Municipal ou Estadual

17h30min às 18 horas: Avaliação do VII Encontro do Coletivo Jurídico e encerramento dos trabalhos


Seminário dos SPF inicia nesta sexta-feira (14)

Seminário dos Servidores Federais inicia nesta sexta-feira (14)

Após um ano de muitas lutas e negociações frustradas, pelo governo, servidores federais de todo o país se reúnem para planejar as atividades de 2015

Após as lutas contra o governo que, se não trouxeram ganhos materiais imediatos, nos possibilitaram diversos acúmulos e vitórias políticas, a exemplo das Campanhas Salariais de 2013 e 2014, chegou a hora de reorganizar o movimento para sermos mais fortes e coesos nas lutas que se aproximam.
Pensando nisso, o Fórum de Entidades dos SPF começou a articular, desde agosto, um evento que aglutinasse dirigentes e bases da categoria para definir as próximas ações políticas do Fórum e formatar a Campanha Salarial do ano que vem.
O Seminário Nacional dos Servidores Federais será realizado em Brasília-DF, nos dias 14, 15 e 16 de novembro, no Bay Park Hotel. O Seminário irá discutir a conjuntura política e econômica e definir os eixos da campanha unificada 2015.

Programação
O evento será realizado em três dias (sexta, sábado e domingo). Na programação de sexta-feira (14) estão inclusas uma mesa com as entidades abrindo o evento, sendo seguida por uma segunda mesa de análise de conjuntura, formada pelas três centrais sindicais que compõem o Fórum (CSP-Conlutas, CTB e CUT) e encerrada com um coquetel.
No segundo dia (15) a mesa de conjuntura seria desfeita e reconfigurada em grupos de trabalho sobre o tema, com o mesmo acontecendo com a nova mesa que viria em seguida, sobre a Campanha Salarial 2015, que teria um viés técnico-político a partir das análises do Diap, Dieese e Ilaese.
No domingo (16), uma plenária final fechará o Seminário, com a sistematização das propostas debatidas e a construção/aprovação de uma carta unitária do evento.

Núcleo Piratininga: 20 anos dedicados a comunicação dos trabalhadores

Estudantes, jornalistas e dirigentes sindicais reuniram-se entre os dias 5 e 8 de novembro no Rio de Janeiro para o 20º Curso do NPC. Com foco no tema “Comunicação dos Trabalhadores e Hegemonia”, o curso foi um importante momento de reflexão e avanço para a comunicação popular e sindical do país. Ao longo de 20 anos de sua existência, o Curso Anual do NPC trabalha o fortalecimento de uma mídia voltada para a realidade e os interesses dos trabalhadores.
A mesa de abertura, “Comunicação, cultura e disputa de hegemonia”, abordou a importância da cultura como mecanismo de construção da consciência de classe. Participaram da mesa: Ademar Bogo, escritor e dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); Adelaide Gonçalves, professora de história da Universidade Federal do Ceará (UFCE); Anápuáka Muniz Tupinambá Hã-Hã-Hãe, fundador da Rede Cultura Digital Indígena; Adenilde Petrina, comunicadora popular e militante do Movimento Negro. 
Anápuáka Muniz Tupinambá Hã-Hã-Hãe, destacou a importância das ferramentas de comunicação, principalmente a internet, para a difusão de informação, mobilização e sobrevivência dos povos indígenas hoje. "De 1982 até hoje, perdemos 30 ou 40 lideranças indígenas indiretamente. Posso dizer que morre um indígena em um canto desse país, todos os dias. Todos os planos de destruir os povos indígenas são praticados todos os dias. Como viver num país em que a morte de indígenas é institucionalizada?”, questionou.
Adenilde Petrina, comunicadora popular e militante do Movimento Negro, falou da importância do pensamento utópico para a construção de uma sociedade melhor. Ela esteve acompanhada do grupo Coletivo Vozes da Rua e Capoeiristas de Juiz de Fora, que encerrou a primeira mesa do curso com uma apresentação de improvisos musicais.
Marx, um jornalista
Durante a mesa “A construção social das ideias” o professor Rodrigo Castelo, da Escola de Serviço Social da Unirio, destacou a vida do pensador alemão Karl Marx como profissional de comunicação. Ele apresentou um lado menos poético do pensador que, antes do mito, foi um trabalhador assalariado, que precisava escrever para pagar contas e poder se casar. Em entrevista ao NPC, Castelo ressaltou que, apesar de ser um trabalho assalariado, o jornalismo de Karl Marx foi militante, a serviço da classe trabalhadora. E defendeu que jornalistas também se enxerguem como produtores de conhecimento, e não apenas difusores.

Mídia e ditadura
Durante o segundo dia do curso, a mesa "Cumplicidade da imprensa e dos empresários com a ditadura” teve a participação do professor da UFF Aloysio Castelo de Carvalho, da autora do livro Novos Cães de Guarda, Beatriz Kushnir, e do autor do livro Estranhas Catedrais - As empreiteiras brasileiras e a ditadura civil-militar, 1964-1998, Rodrigo Henrique Pedreira Campos. Beatriz Kushnir falou sobre a cumplicidade dos empresários e dos próprios jornalistas que atuavam como censores com a ditadura. Ela destacou a dificuldade que ainda enfrentamos para incorporar a história do golpe militar na sociedade brasileira.
A mediadora da mesa, Claudia Costa, assessora de comunicação da Conlutas, lembrou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Comissão Nacional da Verdade e destacou a necessidade de se dar continuidade nas investigações, mesmo após o término da comissão. Ela afirmou que o trabalho da Comissão resultou na construção de um arquivo imenso sobre a ditadura e que, agora, é necessário se realizar um profundo processo de análise deste arquivo.

Democratização
Durante o terceiro dia do curso, a mesa "Impasses na Democratização da Comunicação no Brasil” debateu a democratização e regulamentação da mídia no país. Participaram da mesa a jornalista do Intervozes Bia Barbosa, o professor da UFRJ Marcos Dantas e o cientista político Venício Lima. Para Venício, a democratização das comunicações depende do cumprimento de 4 eixos: regulação da Constituição de 1988, existente há 25 ano; funcionamento dos Conselhos Estaduais de Comunicação, que já existem; distribuição de verbas públicas de publicidade para veículos que dão voz àqueles que não teriam; e o apoio a mídia pública no campo político.
A jornalista Bia Barbosa apresentou a campanha "Fora Coronéis da Mídia”, realizada nos últimos meses para denunciar e alertar à população sobre políticos que são donos de canais de TVs e rádios no Brasil. O material da campanha está disponível em www.foracoroneisdamidia.com.br 

Encerramento
A mesa de encerramento, "Desafios Imediatos e Históricos da Comunicação dos trabalhadores” com Leonardo Severo - Jornalista da CUT/Brasil, Beto Almeida Jornalista Telesur, Renato Rovai, Jornalista da Revista Forúm e Vito Gianotti, escritor e Coordenador do NPC, fez uma avaliação geral dos desafios e dos caminhos para a consolidação de uma comunicação alternativa. 
O coordenador do NPC, Vito Gianotti, foi enfático ao afirmar que "a disputa de hegemonia é feita pela mídia. A questão é quando tempo nós não vamos disputá-la. A maioria dos jornais sindicais tem uma pauta ruim, é feio e não interessa aos trabalhadores. É preciso reformular, é preciso aprender. A disputa de ideias quem faz é a grande mídia. Qual o jornal de esquerda que existe diário no Brasil? Qual? Não tem!" 

--
Taiane Volcan

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL

A Diretoria da Seção Sindical IFSul, dentro de suas atribuições legais, convoca seus filiados para a 

Assembleia Geral, a qual será realizada no dia 11/11/14, as 16 horas em primeira chamada e 16 horas 

e 15 minutos em segunda e última chamada, na sede deste Sindicato.

Ordem do dia:

- Informes;

- Reajuste da UNIMED;

- Outros.


                                 Pelotas, 5 de novembro de 2014.


                                                     Rogério Coelho Guimarães
                                                         Coordenador de Ação 

AVISO : TROCA DE CARTÕES

Avisamos aos filiados que estão disponíveis os novos cartões de compras do SINASEFE. 

Os filiados devem comparecer na sede do Sindicato para retirá-los e fazerem o devido 

cadastro.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Jogos Federais 2014


Vem aí os Jogos Federais 2014! 

08/11 | a partir das 8h30
Local: Embrapa
Modalidades:
Futebol sênior e livre
Vôlei Misto 
Bocha de dupla 
Sinuca de dupla 
Rústica 
Atrações: 
Almoço de confraternização do dia do servidor público e brinquedos infláveis para as crianças. 
Confirme sua presença para deslocamento ao evento na sede do sindicato até o dia 06/11. 
 Valores: 
 Dependentes R$10,00
 Crianças de 5-10 anos: R$5,00 
Filiados e Crianças até 5 anos não pagam

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Coquetel marca lançamento da exposição do curso de pintura do Sinasefe-IFSul.


O coquetel realizado nesta quinta-feira (23), no Shopping Zona Norte, marcou a abertura da exposição dos alunos do curso de pintura do Sindicato. 
A exposição reúne trabalhos desenvolvidos ao longo de 2014 por alunos de pintura do Sinasefe-IFSul e da ASUFPel.

Criado há nove anos, esta é a quinta exposição do grupo coordenado pela professora Eva Greque Fuentes. O curso de pintura é um projeto do Colegiado de Aposentados do Sinasefe-IFSul, criado em 2005 pela então coordenadora, Clara Maria Ribeiro Assis. As aulas ocorrem todas as segundas-feiras, pela tarde, na sede do Sindicato. O público alvo são sindicalizados ativos, inativos e dependentes.

A exposição vai do dia 23/10 ao dia 14/11, todos os trabalhos expostos podem ser comprados, as informações de contato e os valores encontram-se com as obras.


--
Taiane Volcan

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Regimento Interno do Campus Pelotas - Correspondência ao Diretor

Correspondência enviada à Direção do Campus Pelotas e protocolada 
sob o n. 23206.000622/2014-31       

                                                                           
 Pelotas, 22 de outubro de 2014.


Do: SINASEFE – Seção Sindical IFSul
Para: Prof. Rafael Leitzke
         Diretor Geral do Câmpus Pelotas do IFSul
Assunto: solicitação (faz)


                     Sr. Diretor:

                     Atento aos desdobramentos recentes do trabalho desenvolvido pela Comissão do Regimento Interno do Câmpus Pelotas, queremos na oportunidade, manifestar a inquietação que observamos junto à nossa comunidade quanto ao prazo estabelecido para o encerramento do processo.
                     Entendemos, qua a discussão não teria sido mais amplamente promovida e divulgada, em alguns momentos sob a forma de convite, o que não dá condições dos servidores se fazerem presentes, o que seria necessário, embora seu tempo de existência,  ser recomendável estender o prazo para a conclusão.
                     Não é demais ressaltar que as implicações relativas às mudanças que serão feitas podem ser bem profundas.
                     Certos de que haverá por parte da Direção e da própria Comissão o entendimento e a sensibilidade quanto à procedência de nossa solicitação, contamos que possa acolhê-la já que visa, em última análise, dar garantias de que o processo seja integralizado com a participação democrática e efetiva de todos nossos servidores.
                     Sem mais para o momento, subscrevemo-nos

                                                                                   
Cordialmente

Rogério Guimarães
Coordenador de Ação.; 



domingo, 19 de outubro de 2014

Participação da Seção Sindical do SINASEFE/IFSul-RS no GT de Políticas Educacionais e Culturais



Nei Fonseca. Professor IFSul/Bagé

Nos dias 9 e 10 de outubro do ano corrente, em conformidade com a convocação da Coordenação Geral do SINASEFE (Oficio Circular nº 24/2014), a Seção Sindical SINASEFE/IFSul-RS esteve presente no encontro do GT de Políticas Educacionais e Culturais em Brasília, realizado no Hotel Brasil 21.
O encontro apresentou como objetivos principais: a organização do Seminário nacional de Educação, que ocorrerá em abril de 2015, na cidade de Porto Seguro – Bahia; definir as diretrizes políticas para a revista do SINASEFE.
A programação do encontro iniciou com a apresentação do Secretário-adjunto de Políticas Educacionais e Culturais, companheiro Ronaldo Naziazeno, do IFBA, versando sobre a pergunta: Quais as perspectivas educacionais a partir do novo PNE? Conforme a exposição do companheiro, o novo PNE não apresenta de forma propositiva e comprometida metas e reflexões que contemplem as demandas da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, e por esta razão, o aspecto que se destaca é o financiamento (e sua gerencia) direcionado para este âmbito da educação nacional. Segundo Naziazeno “se o sobrenome do PNE é mercantilização, o sobrenome da expansão é precarização”.
“O PNE transmuta a histórica bandeira da aplicação dos 10% do PIB em educação pública para aplicação dos 10% do PIB em educação. A sútil diferença, irmanada com o espirito descrito anteriormente é o que possibilita a conversão do direito à educação, num serviço e possibilita que a iniciativa privada lucre à custa do dinheiro público”.
“Mas o PNE vai além! Em sua estratégia 19.1, condiciona-se a transferência de recursos voluntários da União para os entes federados à existência de legislação específica que regulamente a matéria e vincule a “nomeação” dos diretores de escola a “critérios técnicos de mérito e desempenho”, abrindo caminhos para critérios tecnicistas, em detrimento da concepção de que a escola é o locus privilegiado para formular critérios de democracia participativa, sem imposição de critérios heterônomos!”
O debate versou também sobre o acesso ao ensino público brasileiro, evidenciando a importância das lutas de grupos e movimentos sociais que almejam garantir a representatividade, ainda pouco expressiva, de grupos raciais, étnicos, culturais e sociais, plurais na conjuntura da educação nacional.

(C0NTINUA)

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Alunos do curso de pintura do SINASEFE realizam exposição em outubro

Alunos do curso de pintura do SINASEFE realizam exposição em outubro Vernissage será no dia 23/10, às 20h30, no Shopping Zona Norte. A partir do dia 23 de outubro, os trabalhos desenvolvidos pelos alunos do curso de pintura do Sinasefe-IFSul estarão expostos no Shopping Zona Norte. A exposição vai do dia 23/10 ao dia 14/11, na quinta-feira (23), às 20h30, será realizado um coquetel de abertura. 
A mostra reúne os quadros produzidos pela turma ao longo de 2014. 
Criado há nove anos, esta é a quinta exposição do grupo. 
Para a professora e mentora do curso, Eva Greque Fuentes, é uma alegria ver os frutos do trabalho desenvolvido há quase uma década.
 É um processo de transformação de alunos em artistas. Noeli Barcelos, uma das alunas mais antigas, afirma que a melhor parte é ver sua arte fazer parte da vida de pessoas queridas. Meus quadros estão espalhados pelas casas de familiares e amigos, eles ficam com um pedacinho de mim.
 O curso de pintura é um projeto do Colegiado de Aposentados do Sinasefe-IFSul, criado em 2005 pela então coordenadora, Clara Maria Ribeiro Assis. 
As aulas ocorrem todas as segundas-feiras, pela tarde, na sede do Sindicato. O público alvo são sindicalizados ativos, inativos e dependentes.


domingo, 12 de outubro de 2014

STJ confirma direito à desaposentadoria

STJ confirma direito à desaposentadoria sem devolução de valores

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou na tarde desta quarta-feira (8), em julgamento de recurso repetitivo, que o aposentado tem o direito de renunciar ao benefício para requerer nova aposentadoria em condição mais vantajosa, e que para isso ele não precisa devolver o dinheiro que recebeu da Previdência.

Para a Seção, a renúncia à aposentadoria, para fins de concessão de novo benefício, seja no mesmo regime ou em regime diverso, não implica o ressarcimento dos valores percebidos.

Os benefícios previdenciários são direitos patrimoniais disponíveis e, portanto, suscetíveis de desistência pelos seus titulares, dispensando-se a devolução dos valores recebidos da aposentadoria a que o segurado deseja renunciar para a concessão de novo e posterior jubilamento, assinalou o relator do caso, ministro Herman Benjamin.

SEGUE 

GT POLÍTICAS EDUCACIONAIS

GT POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO SINASEFE ORGANIZA SEMINÁRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO
 A Seção Sindical SINASEFE-IFSul, por deliberação da 1260 Plena e por convocação da Direção Nacional, participa dias 9 e 10 de outubro de 2014 em Brasília, de trabalhos do GT Políticas Educacionais e Culturais. O GT apresenta como objetivos principais: 
1. Organizar o Seminário Nacional de Educação do SINASEFE;
2. Definir diretrizes políticas para a revista do sindicato.
A Coordenação de Políticas Educacionais da Seção está representada nas discussões por um companheiro do Campus Bagé e outro do Campus Pelotas.
No dia 08 de outubro p.p. os trabalhos da Mesa Redonda “Quais as perspectivas educacionais a partir do novo Plano Nacional de Educação (PNE)”, ocorrida das 8h50min. Às 11h50min, foram coordenados pelos companheiros Silvana, Moema e Benício, que fizeram a abertura do encontro, promoveram a apresentação dos presentes e encaminharam a apresentação de Ronaldo Nazarieno (IFBa), que promoveu exposição e discussão sobre a temática proposta pela mesa.
Ronaldo fez fortes críticas a vários itens contidos no novo PNE, dentre as quais destacamos: o contexto da aprovação do plano; o financiamento; o que significa 10% do PIB para a educação pública; é possível aportar 5,5% do PIB para a educação pública?; democracia, escola pública e autonomia; educação profissional.
Já à tarde, das 14h às 18h do dia 08/10/2014, na Mesa Redonda de organização do Seminário Nacional de Educação “Institutos Federais, Educação Básica Profissional e Tecnológica: onde estamos e o que  queremos”, foram discutidos e consensuados vários dos pontos importantes para a montagem da programação do Seminário Nacional, a ser realizado em abril de 2015, dentre os quais destacamos: o objetivo; proposta de programação; as mesas redondas que funcionarão no evento e os GT´s  do citado encontro.
O GT Políticas Educacionais e Culturais do SINASEFE continuará nesta sexta-feira, dia 10/10/2014, com mesas redondas de discussões a respeito da revista de divulgação do SINASEFE e a complementação das discussões sobre o Seminário Nacional do sindicato (Informe Idilio Victoria) 

sábado, 11 de outubro de 2014

Sinasefe-IFSul realiza primeira reunião do Conselho de Base dos Câmpus


A diretoria do Sinasefe-IFSul realizou, no dia 10 de outubro, a primeira reunião do Conselho de Base dos Câmpus. Participaram representantes dos Câmpus Pelotas, Santana do Livramento, Venâncio Aires e Visconde da Graça. A reunião marcou o início oficial das atividades do Conselho, que atuará como ferramenta de integração das bases do instituto com o Sindicato.
O encontro iniciou com um debate sobre o atual regimento da seção sindical. O regimento deverá ser atualizado, até o início do próximo ano, visando adaptar as necessidades do Sindicato no atual contexto da multicampia. Com relação às demandas jurídicas, os representantes atualizaram a diretoria sobre o andamento e a natureza dos processos em suas bases. O assessor jurídico do Sindicato, Henrique Moreira, discutiu o andamento dos processos de cada Câmpus e esclareceu, de modo geral, os principais desafios jurídicos enfrentados, como burocracia e lentidão, característicos do setor público. "No setor público as coisas não funcionam como na iniciativa privada, é preciso razoabilidade e muita paciência", completou.
Foi debatida também a agenda de atividades do Sindicato até o final de 2014. A programação de outubro prevê um coquetel em homenagem ao servidor público, novembro terá o Seminário Estadual de Formação Sindical e os jogos federais. Marcando o encerramento das atividades, no dia 13 de dezembro, será realizada a festa de final de ano do Sindicato, no Centro Português.
Foram dados, ainda, informes sobre convênios, implantação do cartão Sinasefe para nas bases e encaminhamento da RSC. No final da reunião foi debatida uma proposta de cronograma de reuniões do grupo. O próximo encontro deverá ocorrer em novembro, durante o Encontro Estadual de formação Sindical.
Entenda o papel dos Coordenadores de Base:

Os coordenadores de base são responsáveis por organizar a categoria nos Câmpus, realizando campanhas de filiação, reuniões de sindicalizados, organizando ações, promovendo a divulgação de atividades do setor e mantendo uma política de informação. Os coordenadores representam, assim, os interesses da base na Direção Executiva da Seção Sindical, ao mesmo tempo Direção Executiva no contexto do Câmpus.