domingo, 30 de agosto de 2015

Assembleia Geral do Sinasefe-IFSul avalia momento como de fortalecimento da luta


Nesta quinta-feira, 27, um dia após governo reafirmar a proposta vergonhosa de 21,3% parcelado em quatro anos - 5,5% em 2016; 5% em 2017; 4,75% em 2018 e 4,5% em 2019 – os servidores do IFSul, em assembleia geral, avaliaram o momento como de fortalecimento do movimento paredista. A assembleia, realizada no auditório do campus Pelotas, reuniu servidores dos campus Bagé, Camaquã, Charqueadas, Pelotas, Pelotas - Visconde da Graça, Santana do Livramento, Sapucaia e da Reitoria.
Nos informes, os representantes de base dos campus apresentaram os resumos das reuniões locais, que avaliaram o movimento grevista, o andamento das negociações e a proposta de Regimento do Sindicato. A base foi unânime em avaliar que a mobilização deve continuar enquanto não houver avanço nas negociações.
A coordenadora de ação do Sinasefe-IFSul, Maria Lúcia Monteiro, apresentou os informes da Plena 134º, realizada no último final de semana, em Brasília. Ela falou da importância da delegação do Sinasefe-IFSul na Plena, que conseguiu, através das diversas intervenções realizadas, colocar a luta contra a precarização e contra os cortes para a educação como pauta prioritária da Greve do Sinasefe.
Com a possibilidade de uma nova plena, no primeiro final de semana de setembro, a Assembleia Geral aprovou os nomes de três possíveis delegados de base. Stela Maris Lopes, Francilon Simões e Ana Maria Roeber ficaram a disposição para a Plena, assim que sair a convocação, aquele que tiver disponibilidade irá representar o Sinasefe-IFSul na Plena 135º.
Diante da expectativa de uma nova reunião com o MPOG para os próximo dias, o coordenador de ação do Sinasefe-IFSul, Rogério Guimarães, propôs que a Assembleia Geral não fosse encerrada, mas suspensa. Dessa forma, caso se receba alguma proposta nos próximos dias, o Sinasefe-IFSul poderá retomar, imediatamente, a Assembleia para fazer a avaliação dessa.

Ato no Centro de Pelotas
Após a assembleia Geral, os servidores do IFSul participaram do Ato Conjuntos dos SPF de Pelotas, no centro da cidade. Eles saíram do Mercado Público em marcha, passando pelas ruas Mal. Floriano, Gen. Osório, Voluntários da Pátria e Andrade Neves.
Entoando cantos de mobilização, os manifestantes pediam a revogação dos cortes na educação, revisão do ajuste fiscal e o fim do protagonismo dos banqueiros no orçamento nacional. Participaram da marcha servidores do Sinasefe-IFSul e da ASUFPel Sindicato.

Servidores fecham entradas do Mpog e conquistam reunião com o governo

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fórum dos SPF) realizou uma grande manifestação na madrugada e na manhã desta quinta-feira (27), trancando todos os acessos do Bloco C do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) com a presença de mais de duas mil pessoas, entre servidores e estudantes. O ato conquistou uma reunião entre o Fórum e a Secretaria de Relações do Trabalho (SRT/Mpog), que foi realizada no final da manhã.  Uma nova reunião entre a SRT/Mpog e o Fórum dos SPF foi agendada para segunda-feira (31), às 10h.
"Trancaço"
Às 5h, os manifestantes foram chegando e todas as portas do prédio do Mpog, onde funciona a SRT, foram trancadas impedindo o funcionamento do órgão, como forma de reivindicar uma nova reunião de negociação – possibilidade completamente descartada pelo governo federal até o início desta manhã. Segundo informes dos SPF, o Ministério do Planejamento enviaria apenas uma carta para cada entidade com a proposta e prazo para resposta.

Enquanto ônibus de todos os cantos do país chegavam à Esplanada dos Ministérios para somar-se à mobilização, o Fórum cobrava uma reunião com o Mpog, condição imposta pelos servidores para liberar o acesso ao prédio. O contato com Sergio Mendonça, da SRT/MPOG, feito por intermédio de uma trabalhadora do ministério, fez com que uma reunião de negociação fosse marcada para às 10h, no prédio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Reunião com o Mpog
Durante a reunião com o representantes do Ministério do Planejamento, o secretário Sérgio Mendonça reafirmou a proposta do governo de reajuste de 21,3%, parcelado em 4 anos, e a revisão dos benefícios, que não atendem a reivindicação de isonomia entre os servidores dos três poderes, como reivindica o Fórum dos SPF. Mendonça destacou ainda que um documento com resposta aos demais itens da pauta dos SPF deveria ser encaminhado para o Fórum até o final desta quinta. O secretário da SRT disse ainda que, por conta do atraso do próprio governo em dar retorno aos servidores, o Planejamento propunha estender o prazo de negociação até 11 de setembro.

Os representantes do Fórum dos SPF cobraram da SRT/Mpog reversão no corte do ponto de algumas categorias em greve, considerado um ataque à liberdade sindical e ao direito de greve dos servidores e também uma solução para a suspensão da consignação de diversos sindicatos com o Mpog, o que resultou no não recolhimento das mensalidades de diversos sindicalizados e teve sério impacto na arrecadação das entidades.

Em relação à proposta do governo, os servidores reafirmaram que todas as categorias que compõem o Fórum dos SPF já rejeitou por duas vezes o índice parcelado, que não repõe as perdas inflacionárias dos trabalhadores e rechaçaram também a possibilidade de um acordo plurianual naqueles termos. O Fórum solicitou uma nova reunião com o governo na segunda-feira (31), para que haja tempo das entidades encaminharem o documento que será enviado pelo Planejamento para análise junto às bases.

Fonte: Greve das Federais
Fotos: Sinasefe Nacional

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

RSC para docentes aposentados: Sinasefe-IFSul se reúne com Pró-reitor de Gestão de Pessoas


O Coordenador de Ação do Sinasefe-IFSul, Rogério Guimarães, acompanhado do assessor jurídico do Sindicato, Henrique Giusti, esteve reunido, na tarde desta terça-feira, 25, com o Pró-reitor de gestão de pessoas do IFSul, Nilo Campos e com o representante da CPPD, Ricardo Carrilho. O encontro teve como objetivo dar continuidade ao debate sobre a extensão da RSC para os docentes aposentados antes de março de 2013.
Rogério Guimarães iniciou a reunião apresentando a alternativa debatida com o Reitor, Marcelo Bender, na última sexta-feira, 21. A idéia é que, a partir da avaliação positiva de uma  comissão composta por dois servidores do IFSul, os aposentados tenham respaldo para buscar o benefício judicialmente. Nilo manifestou apoio a proposta e salientou que o mais importante, neste momento, é buscar um grupo de avaliadores voluntários do IFSul, para que as avaliações possam ser encaminhadas, sem depender de orçamento.
O representante da CPPD, Ricardo Carrilho, se comprometeu em propor, no Conselho Superior, a inserção de um anexo na resolução da RSC para o IFSul, que deverá respaldar estas avaliações de aposentados. O Sinasefe-IFSul irá chamar, nos próximos dias, uma reunião com a Comissão de Aposentados do IFSul, para apresentar os encaminhamentos iniciais para o processo.

Reunião do Campus Visconde da Graça


terça-feira, 25 de agosto de 2015

Assembléia Geral

CONVOCAÇÃO

A direção da Seção Sindical IFSul, dentro de suas atribuições legais, convoca seus filiados para Assembleia Geral a ser realizada no dia 27/08/2015, as 14 horas em primeira chamada e as 14 horas e 15 minutos em segunda e última chamada, no auditório do campus Pelotas.

Ordem do dia:
- Informes;
- Análise de conjuntura;
- Escolha de delegado(a) de base para 135ª PLENA..


                                                  Pelotas, 21 de agosto de 2015.

                                                    Rogério Coelho Guimarães
                                                      Coordenador de Ação

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

134ª PLENA: a greve continua!

No último final de semana (22 e 23 de agosto), em Brasília-DF, sindicalizados de todas as regiões do país participaram da 134ª Plenária Nacional do SINASEFE, realizada no Carlton Hotel. O fórum, segundo realizado no atual movimento paredista, aprovou a continuidade da greve e delineou uma série de ações como próximos passos a serem dados por nosso Sindicato.

Houve ainda os tradicionais informes das Seções Sindicais, uma palestra (com posterior debate entre os presentes) sobre o sistema da dívida pública, informes das comissões de apuração prévia existentes até então, denúncias de práticas antissindicais nas bases, apresentação de relatoria do Conselho Fiscal e debate sobre o 30º Congresso do SINASEFE – a ser realizado no último trimestre deste ano.

ABERTURA E INFORMES
A abertura da Plenária foi feita pelo 2º Tesoureiro do SINASEFE, Marcos Dorval, que representou a Direção Nacional (DN) do nosso Sindicato na mesa e, em seguida, passou a condução da PLENA ao Comando Nacional de Greve (CNG), que apresentou e aprovou a pauta do evento.

Após isso, foram expostos informes do Andes-SN, que está em greve desde 28 de maio; da CSP-Conlutas, que realizava naquela mesma data a reunião de sua Coordenação Nacional, em São Paulo-SP (também contando com a presença de diretores do SINASEFE); da nossa DN, que havia se reunido na capital federal uma semana antes do fórum; e das Seções Sindicais presentes na Plenária.

DÍVIDA PÚBLICA
Conforme aprovado na 133ª PLENA, realizada duas semanas antes (7 e 8 de agosto), foi articulada uma mesa com exposição temática do sistema da dívida pública brasileira. O palestrante foi o economista Rodrigo Ávila, representante da Auditoria Cidadã da Dívida. Após a palestra de Ávila, os participantes da Plenária fizeram dois blocos de intervenções, com perguntas ao economista que foram respondidas logo em seguida.

Veja os slides utilizados por Rodrigo Ávila em sua apresentação intitulada "Ajuste Fiscal e Dívida Pública" (arquivo de MS Power Point): Clique aqui
E assista o vídeo com a palestra e o debate em sua integralidade: aqui para assistir o vídeo

CONJUNTURA E GREVE 2015
A análise de conjuntura da Plenária foi realizada logo após a mesa sobre a dívida pública, focando as intervenções nas estratégias para condução da greve 2015 do SINASEFE. Para preservação política da entidade e dos participantes, a transmissão da PLENA durante este ponto de pauta foi suspensa por deliberação dos delegados – a gravação encontra-se disponível no arquivo do SINASEFE e pode ser solicitada por quaisquer bases.

Os principais encaminhamentos foram a priorização da participação de nossas bases na Marcha Unificada dos Servidores Públicos Federais (SPF), que será realizada na próxima quinta-feira (27/08), e a hierarquização de itens da nossa pauta para continuidade do processo negocial com o governo. Todos os itens aprovados serão divulgados em breve, assim que a DN finalizar a síntese dos encaminhamentos do fórum.

PRÁTICAS ANTISSINDICAIS
Seis denúncias de práticas antissindicais em nossas bases foram expostas e debatidas neste item da pauta. No Colégio Pedro II, localizado no Rio de Janeiro, o servidor Luiz Sergio Ribeiro trouxe a denúncia de que recebeu notificação de falta da direção de seu campuspor ter vindo a Brasília-DF participar da Marcha dos SPF e da 133ª PLENA, em 6 e 7 de agosto. Uma moção de repúdio pelo constrangimento causado e ameaça de corte de ponto do trabalhador foi aprovada.

Em Alagoas, foi reforçada a denúncia já trazida à plenárias anteriores de perseguição política aos grevistas com reabertura de PAD pela reitoria do Ifal. Moções de repúdio pelo ato de retaliação aos lutadores já foram aprovadas na 133ª PLENA e, também, pelo Fórum das Entidades Nacionais dos SPF (Fonasef)

No Piauí, a Seção Sindical Sesisifpi denunciou práticas de perseguição ao direito de greve dos servidores. Na Bahia, os servidores do IFBA também denunciaram retaliações aos grevistas por parte do reitor Renato Anunciação e do diretor Albertino Nascimento, inclusive com aberturas indiscriminadas de PAD – a greve no Instituto começou em abril deste ano e durou mais de três meses.

Em São Paulo foi denunciada a prática antissindical contra servidores do campusJacareí do IFSP, que buscam organizar a greve e estão enfrentando impedimentos ao seu direito de livre organização. Uma moção de apoio aos lutadores foi aprovada. E, por fim, no Acre também foram denunciados dissabores entre a gestão e servidores do Ifac.

CONSELHO FISCAL
Pela segunda vez desde que foi eleito, o atual Conselho Fiscal esteve em uma Plenária Nacional para exibir seu relatório – a primeira oportunidade foi em maio, na 130ª PLENA. Por conta do esvaziamento da Plenária, com o debate iniciando já na tarde de domingo, o relatório não foi debatido, embora o Conselho houvesse feito aos presentes suas observações e apontamentos do trabalho que vem realizando. Ficou aprovado, contudo, que o ponto de finanças do SINASEFE será componente da 134ª Plenária Nacional, constando como segundo item da pauta a ser construída.

30º CONSINASEFE
O andamento do Congresso do nosso Sindicato também foi brevemente debatido. A data do mesmo, aprovada na 130ª PLENA, foi posta para o período de 26 a 29 de novembro. Houve sugestão de que a mesma pudesse ser postergada em algumas semanas, mas acontecendo, impreterivelmente, antes do final de 2015. A DN do SINASEFE comprometeu-se em priorizar e realizar o Congresso. Como último ponto de pauta do evento, o debate findou as atividades da 134ª Plenária Nacional, encerrada oficialmente às 14h58min do domingo (23/08).

PRÓXIMA PLENA
A próxima Plenária Nacional do SINASEFE não tem data definida, mas será convocada pelo CNG após a próxima rodada de negociações com o governo, que deve acontecer até o dia 31 de agosto.

sábado, 22 de agosto de 2015

RSC para os docentes aposentados - Sinasefe-IFSul encaminha com o Reitor providências

O Coordenador de Ação do Sinasefe-IFSul, Rogério Guimarães, acompanhado dos representantes dos docentes aposentados, Paulo Osório e Miguel Pinto, se reuniu com o Reitor do IFSul, Marcelo Bender, para discutir a extensão da RSC para os docentes aposentados. Atualmente, só recebem o benefício os docentes que se aposentaram depois de março de 2013.

Marcelo iniciou a reunião falando sobre a importância do movimento de Greve do Sinasefe-IFSul para que a população se aproprie da real situação enfrentada pelos Institutos. "

Em relação ao RSC para os aposentados, o Reitor afirmou que não considera o impacto financeiro desta extensão prejudicial ao orçamento, uma vez que existem poucos servidores nesta situação.
Ele se comprometeu de dialogar com representantes da PROGEP e da CCPD para incentivar o encaminhamento destes aposentados.

Rogério Guimarães deverá se reunir, na próxima semana, com Pró-reitor de Gestão de Pessoas, Nilo Campos, para debater o procedimento. A partir daí, os aposentados deverão encaminhar suas solicitações para a CCPD e, com a avaliação dos pedidos, poderão ter as condições necessárias para conquistar na justiça o direito..

Assembleia Geral teve avaliação de conjuntura e escolha de delegados para a Plena 134º


A Assembleia Geral do Sinasefe-IFSul desta quinta-feira, 20, em Pelotas foi mais um importante momento de reflexão e diálogo da categoria nesta Greve. Com o resultado muito aquém do esperado na negociação com o MEC realizada na quarta-feira, 19, as manifestações da plenária avaliaram o momento como de fortalecimento da mobilização.
O Pró-reitor de Extensão e Cultura, Manoel Porto, apresentou os cortes do orçamento previstos para 2016, anunciados pelo governo na última reunião do CONIF. A previsão é de uma redução de um bilhão no orçamento dos institutos, em relação a este ano. Manoel alertou o impacto destes cortes deverá estagnar a expansão da rede, que ainda não está consolidada, além disso,  o funcionamento de diversos campus poderá ser comprometido.
Dando continuidade ao processo de aquisição do novo imóvel para a Sede do Sinasefe-IFSul, a plenária aprovou a composição da Comissão avaliadora para aquisição do imóvel. Luciana Sandrini, Coordenadora do curso de Edificações, e de José Carlos Nogueira, professor de Física, irão compor comissão, ao lado do coordenador de Organização do Sinasefe-IFSul, Marco Antônio Vaz.
O último ponto da assembleia, proposto pela plenária, foi a realização de uma nova assembleia geral, na próxima quinta-feira, 27. O objetivo é avaliar plena 134º, que ocorre neste final de semana em Brasília e, também, a resposta à contraproposta financeira dos SPF, que o governo se comprometeu de apresentar até sexta-feira, 21.

Delegado do Sinasefe-IFSul para a Plena 134º
Neste final de semana ocorre, em Brasília, a 134º Plena do Sinasefe, segunda desde a deflagração da Greve 2015. Entre os destaques da pauta, constam a análise de conjuntura em relação à nossa greve, a discussão sobre práticas antissindicais e o debate sobre a dívida pública brasileira, que contará com representação da Auditoria Cidadã da Dívida na composição da mesa.
O Sinasefe-IFSul estará representado na Plena pela delegada de direção, Maria Lúcia Monteiro, e o delegado de Base do campus Camaquã, Leandro Barbosa. Além deles, serão enviados dez observadores, que irão representando os campus da base do Sinasefe-IFSul.

Osni Rodrigues
Francilon Simões
Franco Dariz
Jussara Silva
Ana Schneider
Melissa Silva
Marlise Vitcel 
Emerson Rodrigues
Daniel Emmanuelli
Vítor Dias

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Reunião dos servidores no campus Pelotas

 Na tarde de quarta-feira, 19, os servidores do campus Pelotas realizaram uma reunião local para discutir questões sindicais. Na pauta, além dos informes sobre a Greve e o processo negocial, foi feita uma análise de conjuntura, na qual se discutiu o cenário nacional e as possibilidades de avanço da mobilização. 
Participaram da reunião o diretor do campus, Rafael Leitzke, e o diretor de planejamento, Mauro Giusti. Rafael falou sobre a grave situação financeira do campus, onde apresentou os cortes de orçamento deste ano que, se não forem revertidos, deverão comprometer o funcionamento da unidade. Para os próximos meses, tanto o orçamento de custeio do campus, como para a folha de pagamento dos servidores terceirizados, são uma dúvida para a gestão.

Comissão de Ética se reúne com Pró-reitor de Ensino do IFSul e com o Chefe de Assistência Estudantil


         Estiveram reunidos na manhã desta quinta feira (20/08) a Comissão de Ética do Movimento de Greve do SINASEFE – Seção IFSul, representada na ocasião pelos servidores Nei Fonseca, Daniel Essinger e Osni Rodrigues, o Pró-reitor de Ensino do IFSul, Ricardo Pereira Costa e o Chefe do Departamento de Gestão de Assistência Estudantil, Ramão Correa. A finalidade do encontro foi debater sobre o caráter essencial de atividades vinculadas a política de assistência estudantil do IFSul, uma vez que algumas atividades não podem ser interrompidas mesmo em tempos de greve. 
          A política de assistência estudantil (PAE) tem como principal tarefa garantir a permanência de estudantes, em situação de vulnerabilidade social, no IFSul. Nessa perspectiva, a Comissão de Ética, ao elaborar seus pareceres, tem articulado o direito do servidor público em aderir ao movimento de greve e a continuidade das ações da PAE-IFSul. Dessa forma, a Comissão de Ética considera necessário realizar encontros dessa natureza, para subsidiar seus procedimentos, bem como, seus posicionamentos.

Reunião dos servidores do campus Bagé aprova metodologia de debate do novo regimento do Sinasefe-IFSul

 Na tarde de quarta-feira, 19, os servidores de Bagé realizaram mais uma reunião de campus para discutir questões sindicais. Além dos servidores do campus, participaram da reunião representantes da Diretoria e do Comando Local de Greve do Sinasefe-IFSul.
O representante docente do campus e presidente da Comissão de Ética do Sinasefe-IFSul da Greve 2015, Nei Fonseca, fez uma breve análise de conjuntura, onde abordou a evolução da Greve e o andamento e perspectivas de negociação com o governo. Nei falou sobre a construção da Greve no âmbito do IFSul, que se consolida a partir do momento em que os campus começam a sentir os cortes do governo na educação, o que tem resultado em um processo de precarização.
A representante do segmento administrativo e assistente social do campus Bagé, Letícia Santos, falou sobre os problemas financeiros na assistência estudantil do campus, que tem sua manutenção, ainda este ano, ameaçada. Para 2016, Nei Fonseca, destacou que o orçamento, que já foi insuficiente em 2015, será ainda menor, ameaçando o funcionamento das unidades e a permanência dos estudantes que dependem de assistência.
Os representantes do campus discutiram a atualização do regimento do Sinasefe-IFSul, que será construído a partir de um intenso debate com a base. Como metodologia de discussão, para o campus Bagé, foi aprovada a criação de uma comissão local de avaliação. O grupo será composto por quatro sindicalizados do campus que, juntamente com os representantes dos segmentos Docente e TAE, irá avaliar e contribuir com a proposta apresentada pela direção do Sindicato.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Comando Local de Greve promove aula pública no campus Sapucaia do Sul

Na segunda-feira, 17, o Comando Local de Greve de Sapucaia do Sul realizou uma aula pública no campus. Com o tema "A educação pública e a campanha nacional dos SPF", a atividade reuniu servidores, comunidade acadêmica e representantes de Sindicatos da região. A mesa contou com a participação do Pró-reitor de gestão de pessoas do IFSul, Nilo Campos;  e do Coordenador de Ação Sinasefe-IFSul, Rogério Guimarães. Além de representação dos estudantes, da ASSUFRGS Sindicato e dos servidores do campus.
        A atividade foi um importante momento de reflexão e debate com a comunidade, proporcionando esclarecimentos e a avaliação do momento de greve. Nilo Campos abriu o debate destacando a importância da mobilização na atual conjuntura, especialmente no combate ao retrocesso da educação. Ele salientou a possibilidade do atual governo ser sucedido por uma gestão de direita, que trará, provavelmente, um longo período de estagnação.
        Rogério Guimarães fez uma breve apresentação da trajetória do Sindicato e dos diferentes momentos de crise enfrentados pelos trabalhadores da educação. Ele lembrou do período de recessão, enfrentado pelo instituto durante o governo FHC, e reafirmou a necessidade de fortalecer a mobilização neste momento, enquanto ainda é possível negociar.
       A mesa salientou, ainda, o impacto dos cortes na educação, que já começam a ser sentidos nas Universidades e Institutos. Foi incentivada, também, a realização de debates sobre a dívida pública brasileira, um dos principais problemas financeiros do país, que consome quase 50% do orçamento anual. O representante do Grêmio Estudantil afirmou que os alunos não estão indiferentes aos problemas na educação. Eles têm buscado apoiar a mobilização no campus e, também, em outras instituições da região.

Comissão de Ética do Movimento de Greve do Sinasefe-IFSul se reúne com chefe do departamento de Assistência Estudantil

A Comissão de Ética do Movimento de Greve 2015 do Sinasefe-IFSul se reúne, nesta quinta-feira, 20, na sede do Sindicato, com o Chefe do Departamento de Assistência Estudantil do IFSul, Ramão Corrêa. 
O objetivo do encontro é debater a essencialidade das atividades vinculadas a este departamento, para que a Comissão ajuste seus procedimentos e dinâmicas de acordo com a peculiaridade de cada atividade.


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Assembléia Geral do Sinasefe-IFSul

A direção da Seção Sindical IFSul, dentro de suas atribuições legais, convoca seus filiados para Assembleia Geral a ser realizada no dia 20/08/2015, as 14 horas em primeira chamada e as 14 horas e 15 minutos em segunda e última chamada, no auditório do campus Pelotas.

Ordem do dia:
- Informes;
- Análise de conjuntura;
- Escolha de delegado(a) para a Plena 134º;
- Comissão avaliadora para aquisição de imóvel.

                                                  Pelotas, 14 de agosto de 2015.

                                                    Rogério Coelho Guimarães
                                                      Coordenador de Ação



Reunião do campus Charqueadas recomenda suspensão do calendário acadêmico

 Os servidores do campus Charqueadas realizaram, na tarde de quinta-feira, 13, uma nova reunião para avaliação de conjuntura e esclarecimento sobre a Greve dos servidores administrativos do campus.
            Durante os informes, a coordenadora de ação do Sinasefe-IFSul, Maria Lúcia Monteiro, falou sobre os novos representantes do campus, que foram empossados na última reunião do Conselho de Base. Lúcia, salientou a importância dos conselheiros para garantir a representatividade da base na esfera sindical.
            Como representante do campus para a plena 134º, foi consenso do grupo a escolha da representante de base dos técnicos, Melissa da Silva . Durante a análise de conjuntura, a diretora do campus, Luciana Loponte, falou sobre situação financeira delicada que a gestão enfrenta, resultante  da redução de recursos para a educação que será, ainda maior, no próximo ano. Ela manifestou apoio ao movimento, especialmente à pauta contra a precarização da rede federal de ensino. A assistente social do campus alertou para o perigo de defender a continuidade de um calendário acadêmico, quando não existe mais recurso para a manutenção de benefícios estudantis, nem mesmo de recursos básicos para o funcionamento do campus.
            Após uma ampla discussão, o representante de base docente, Jonatas Roschild, apresentou como encaminhamento a suspensão do calendário acadêmico, com base na explanação dos gestores sobre o cenário crítico do campus. O encaminhamento foi aprovado, por ampla maioria, e o calendário será suspenso a partir da próxima terça-feira, 18 de agosto.
            Após o encerramento da reunião, os servidores do campus fizeram um grande círculo e se abraçaram. O ato marca a união entre técnicos e docentes, que deverá ser fortalecida na construção do movimento paredista. Todo o tipo de cisão entre os servidores tem sido fortemente combatida pelo Sinasefe.

domingo, 16 de agosto de 2015

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL

A Diretoria da Seção Sindical IFSul, dentro de suas atribuições legais, convoca seus filiados para a Assembleia Geral, a qual será realizada no dia 20/08/15, as 14 horas em primeira chamada e 14 horas e 15 minutos em segunda e última chamada, no auditório do campus Pelotas.

Ordem do dia:
- Informes;
- Análise de conjuntura;
- Escolha de delegado(a) para a 134ª PLENA;
- Comissão avaliadora para aquisição de imóvel.

# O Comando Local de Greve do SINASEFE-IFSul estará recolhendo brinquedos e livros infantis. Eles serão doados a alas pediátricas de Hospitais Públicos de Pelotas.

                                                   Pelotas, 14 de agosto de 2015.

                                                     Rogério Coelho Guimarães
                                                         Coordenador de Ação     

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Conselho de representantes de base do IFSul realiza, em Bagé, primeira reunião itinerante

O Conselho de Representantes de Base do Sinasefe-IFSul realizou, nesta quarta-feira, 12, a sua primeira reunião itinerante. O objetivo é promover uma ampla a participação das bases, descentralizando as atividades da cidade de Pelotas. 
Participaram da reunião representantes dos campus Pelotas, Pelotas Visconde da Graça, Camaquã, Bagé, Santana do Livramento, Charqueadas, Sapucaia do Sul. Na abertura da reunião foram empossados os novos representantes de Bagé, Alex Remídio – TAE; de Charqueadas, Melissa da Silva – TAE e Jonathas Roschild – Docente; de Pelotas, Rony Soares Jr. – Docente; e de Sapucaia do Sul, Marlise Vitceil – TAE.
A reunião teve como pauta a avaliação da Plena 133º; delegação para a Plena 134º e a avaliação da proposta de atualização do regimento do Sindicato. Durante os informes sobre a plena 133º, foi ressaltado o crescimento da Greve no país, que já atinge 210 campus, e que tem impulsionado o processo de negociação.
Apontado como um dos principais desafios da Greve 2015, a cisão entre as categorias docente e administrativa foi fortemente rechaçada pelo Conselho de Base. Diversas falas reforçaram que qualquer estratégia separatista dentro do movimento sindical atende, exclusivamente, aos interesses do patronato.
Na pauta delegação para a Plena 134º, foi proposto a manutenção da metodologia adotada para a Plena 133º que, além dos dois delegados, prevê a ida de um observador de cada campus com representante no Conselho de Base. A proposta foi aprovada pelo grupo, garantindo a ida de um observador, também, do campus que for contemplado com a vaga de delegado.
No último ponto de pauta, avaliação da proposta de atualização do regimento do Sindicato, o grupo organizou a metodologia de debate da proposta de regimento com as bases. Foi decidido que cada representante organizará reuniões em seu campus, após a avaliação de todos os campus, será construída uma versão final, que deverá compilar as contribuições da base, para que seja avaliada em uma Assembleia Geral.

Servidores do campus Bagé realizam nova reunião para avaliação de conjuntura

Os servidores do campus Bagé realizaram, na quarta-feira, 12,  mais uma reunião para avaliação de conjuntura e debate sobre as atividades de mobilização no campus. Além dos servidores do campus, participaram da atividade Representantes do Conselho de Base e da Diretoria do Sinasefe-IFSul, que estavam no campus para a reunião do Conselho.
Durante os informes, foram apresentados relatos sobre a Plena 133º e sobre o andamento do processo negocial do Sinasefe com o governo. Foi apontado, pela mesa, o crescimento da Greve em todo país, que já atinge 210 campus, e a necessidade de fortalecer o movimento neste momento de encaminhamento das negociações. 
Após um amplo debate sobre conjuntura e diversos questionamento em relação à pauta, os servidores do campus, considerando-se mais esclarecidos em relação ao tema, decidiram por realizar uma nova reunião, na próxima quarta-feira, 19, para reavaliar o consenso de Greve no campus.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

133ª PLENA: momento de ampliar e fortalecer a greve

Entre os dias 07 e 08 de agosto o SINASEFE realizou sua 133ª Plenária Nacional, em Brasília-DF. Este foi o primeiro fórum deliberativo realizado durante o movimento paredista, deflagrado em 13 de julho e que já atinge 189 unidades de ensino. Fortalecer a greve e apoiar a contraproposta de correção nos salários em 19,7%, elaborada pelo Fonasef, estão dentre as deliberações do evento, que teve a participação de 37 Seções Sindicais, 59 delegados e 58 observadores.

Informes

O item de informes, como já é tradição em momentos de greve, teve a participação do Andes-SN, da Fasubra e CSP Conlutas. No sindicato docente algumas novidades foram repassadas pelo diretor Amaury de Medeiros, como a adesão de novas universidades: Paraná, Juiz de Fora e Goiás. Enquanto a Fasubra, representada pelo diretor Rogério Marzola, destacou que 61 das suas 63 unidades estão paralisadas e a entidade vai realizar um Dia Nacional de Lutas em Defesa da Educação em 11/08, com atos pelo Brasil. A CSP-Conlutas, segundo informe do membro David Lobão, se empenha na construção da greve dos SPF, que alcança servidores da Fiocruz, Judiciário e diversos ministérios, além de reafirmar a importância da unidade do Fonasef. Além disso, Lobão destacou a reunião do espaço Unidade de Ação, realizada em São Paulo na última quinta-feira(30/07).

As Seções Sindicais e sindicatos presentes apresentaram seus informes traçando um panorama do movimento paredista nacional e sua dinâmica. Foram relatadas as atividades como panfletagens, aulas públicas, piquetes, debates, dentre outras que estão ocorrendo nestes 28 dias.

A Direção Nacional e o Comando Nacional de Greve (CNG) também detalharam as informações mais recentes sobre a greve, as negociações, as atividades em Brasília e visitas aos estados.

Greve

A Plenária aprovou diversas ações para fortalecer e ampliar o movimento paredista, como por exemplo o envio de mais representantes ao CNG por parte das Seções, a realização de rodada de assembleias nas bases que ainda não paralisaram e a construção de ato no dia 26/8 no Congresso para levar a pauta do SINASEFE. A convocação da 134ª PLENA para os dias 22 e 23 de agosto também é destaque dentre os encaminhamentos.

A 133ª PLENA também debateu e aprovou o Regimento Interno do Comando Nacional de Greve e o Fundo de Greve 2015. Clique aqui para fazer o download do novo regimento aprovado para o CNG.

Os encaminhamentos da Plenária estarão disponíveis em breve aqui em nosso site, assim que revisados pela Direção Nacional do nosso Sindicato.

Greve 2015: Terça-feira foi de mobilização no campus Pelotas


          A terça-feira (11) foi de intensa atividade para o Comando Local de Greve do Sinasefe-IFSul, desta vez, no campus Pelotas. Pela manhã, o grupo se reuniu no CTG do campus, com servidores e aposentados, para discutir e avaliar o movimento. Ao meio dia,  ocorreu mais um almoço da Greve, outro importante momento de confraternização e fortalecimento do movimento.

          Após o almoço, Comando Local de Greve e Diretoria do Sinasefe-IFSul participaram da reunião dos servidores do campus Pelotas. Os delegados e observadores do Sinasefe-IFSul apresentaram informes sobre a Plena 133º, que ocorreu no último final de semana, em Brasília. Eles destacaram a avaliação do Comando Nacional de Greve, de que o andamento das negociações    está consideravelmente acelerado, o que indica a possibilidade de conclusão do processo negocial ainda em agosto.

          Com diversas contribuições da plenária, na Análise de Conjuntura se avaliou o momento como extremamente importante na correlação de forças que ocorre no país. A greve dos servidores pressiona o governo para que invista em educação como alternativa para o momento de crise, não somente nos bancos e no agronegócio.

          Ao final, a plenária solicitou que a Assembleia Geral marcada para sexta-feira, 14, fosse transferida para a próxima terça-feira, 18. O objetivo é aguardar o resultado da rodada de negociações, que encerra na próxima segunda-feira, e que deverá trazer novos elementos para o debate.    

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

SINASEFE PEDE LIBERAÇÃO DE SERVIDORES(AS) PARA REUNIÃO DO CAMPUS PELOTAS

Veja o teor do documento da Seção Sindical IFSul protocolado junto à direção do câmpus Pelotas.

Pelotas, 10 de agosto de 2015.

Do: SINASEFE - Seção Sindical IFSul
Para: Prof. Rafael Leitzke
         Diretor Geral do Câmpus Pelotas do Instituto Federal Sul-rio-grandense
Assunto: liberação (solicita)

 Senhor Diretor:
  
                   Vimos pelo presente, solicitar a liberação dos(as) servidores(as) que estão trabalhando neste período de greve, a fim de participarem da reunião do câmpus que tratará da análise da conjuntura.
                         A referida reunião ocorrerá nesta terça-feira (11), as 14 horas, no auditório do câmpus.
                         Sendo o que tínhamos para momento, despedimo-nos.

                                                      Atenciosamente,

                                                                  Rogério Coelho Guimarães
                                                                      Coordenador de Ação

Comando Local de Greve se reúne com delegados e observadores do Sinasefe-IFSul na Plena 133º

As atividades da terceira semana da Greve 2015 tiveram início nesta segunda-feira, 10, com a reunião entre o Comando Local de Greve e os delegados e observadores do Sinasefe-IFSul na Plena 133º, que ocorreu no último final de semana, em Brasília.
Os delegados iniciaram seus relatos falando sobre a Marcha Unificada dos SPFs, que reuniu mais de seis mil servidores públicos federais, em Brasília, na última quinta-feira, 6. Em seguida, o grupo apresentou os encaminhamentos da Plena, que avaliou, principalmente, a consolidação da Greve e o andamento das negociações com o MEC e MPOG.
Dentre os principais encaminhamentos, está o índice de reajuste de 19,7%, em parcela única, que a categoria apresentará ao governo, como contraproposta aos 21,3% parcelados em quatro anos. Embora o governo venha sinalizando que não trabalhará com reajuste real para os trabalhadores neste ano, o Comando Nacional de Greve considerou as negociações bastante aceleradas, em relação aos anos anteriores. Com isso, avalia se ser possível encaminhar o processo negocial ainda em agosto.
O Sinasefe-IFSul esteve representado na Plena 133º por dois delegados, um representando a base e outro a diretoria do Sindicato, e por mais seis observadores. A Plena 134º do Sinasefe será realizada nos dias 21 e 22 de agosto, em Brasília. 

Diretoria e Comando Local de Greve se reúnem com representantes do Grêmio Estudantil do campus Pelotas

Nesta segunda-feira, 10, representantes do Grêmio Estudantil do campus Pelotas (Everton Grellet, Gabriel Arbes, Bruna Oliveira, Hannah Krugger) se reuniram na sede do Sindicato com os diretores (Rogério Guimarães, Paulo Renato Baptista, Maria Lúcia Monteiro) e Francilon Simões, integrante do Comando Local de Greve do Sinasefe-IFSul, para dialogar sobre a Greve. 
Este foi o primeiro diálogo do Sindicato com os estudantes desde o início da Greve, no dia 20 de julho.
Foi apresentada a pauta específica do Sinasefe na Greve, com destaque para os pontos que afetam diretamente os estudantes, como a luta contra a precarização dos Institutos e os cortes na educação. Além disso, foi apresentada uma avaliação sobre as negociações, que este ano estão sendo realizadas de forma bastante rápida, em relação aos anos anteriores.
Por parte dos alunos, foi relatada a preocupação em relação ao retorno. 
Embora os estudantes tenham uma preocupação com o calendário acadêmico, caso a Greve se prolongue, eles tem o temor que suspender o movimento antes do encerramento das negociações com o governo, possa ter como consequência propiciar novas paralisações mais adiante. Um cenário que não beneficia nem servidores, nem alunos. Ao final os alunos foram convidados a acompanhar de perto os desdobramentos que estão ocorrendo e, na condição de integrantes do Grêmio do campus Pelotas, acompanharem a assembléia prevista para amanhã.